Instagram Youtube
Displatec
Autodynamics YouTube Metal Horse

Armageddon | 4ª Edição | 2020

Armageddon | 4ª Edição | 2020

Data: 21/11/2020.

Local: Autódromo de Campo Grande (MS) 201 Metros.

DOIS INDIVÍDUOS ENTRAM, UM INDIVÍDUO SAI. 


O Armageddon abre um novo patamar nas competições de arrancada lado a lado no Brasil, onde quem vence é quem passa na frente. Categoria, não existe. Existem nervos e estes ficam a flor da pele.


Texto e Reportagens: Rodrigo Autodynamics

Fotos: Edmar Autodynamics


Desembarcamos na cidade de Campo Grande (MS) com muita expectativa. Colocamos para nós uma missão de conhecer de perto um “evento de lista”. E não seria qualquer evento, seria o Desafio Entre Listas do Brasil, o Armageddon. Uma verdadeira guerra onde quem vence é quem vence. 

Não entendeu? Explico: 

Não importa o tempo que você fez. Importa se você passou na frente. É pega mesmo, puxada, racha, lado a lado, como fazíamos nos semáforos da vida. Porém com segurança e diante dos olhos de todos. Fez bobagem? Errou marcha? Queimou a largada? Vejo-te no próximo evento, simples assim. 

A 4ª edição do Armageddon começou com o sorteio que formaram as chaves. Dos 128 carros presentes na corrida, foram formados dois grupos de 64 carros, com 32 disputas cada. E assim sucessivamente, o chaveamento foi se afunilando, alguns WO (quando o carro já quebrou nos treinos e nem veio para as chaves), acabam impulsionando alguns carros para frente.

No Armageddon não tem classificatória durante a prova. A única forma que você tem de testar o seu carro é durante os treinos livres que começam na parte da manhã. Na parte da tarde, o evento começa diretamente com mata-mata.

Este sorteio aconteceu no Autódromo de Campo Grande, ainda na sexta feira. Nada menos que 128 carros estavam no evento, vindos de 22 Listas de Área de todo Brasil. 

As listas são estas (em ordem de DDD)

#area011alista #area013alista #listaarea14 #area015alista #listaarea16 #listaarea18 #listaarea19 #area021alistarj #listaarea34 #alistaarea41 #41alista #listaarea43 #alistaarea44 #listaarea45 #area46outlaws #alistaarea47 #alistaarea48 #area051alista #alistaarea55 #lista_area62oficial #listaarea65 #area66mt #area67alista 

Transmissão AO VIVO Inovadora

A intenção em 2020 era que acontecesse dois eventos, mas a pandemia freou o processo. Mesmo assim, com muita vontade de fazer bem feito, o pessoal da Lista Área 67, área da cidade de Campo Grande, foi a incumbida de organizar um evento em plena pandemia. 

Para isso, um verdadeiro aparato de guerra para poder levar para todos a informação a respeito do que acontecia na pista: diversos telões estavam espalhados pelo evento. 

Pela primeira vez o evento contou com transmissão ao vivo, uma transmissão inovadora: o locutor Geferson Kern (atual locutor do Velopark, Império Endurance Brasil, entre outros trabalhos) se posicionou ao lado de Rodrigo Poncio (Km Esporte) para a narração do evento de forma virtual exclusivo para a transmissão. 

A cada puxada, faziam um verdadeiro bate bola muito bem humorado para as mais de 12000 pessoas assistindo. Informações falam que houve um pico de 16000 pessoas. Locutor e comentarista tinham todo o dossiê do carro alinhado, com informações sobre a preparação e sobre a vida do piloto. 

Na transmissão, o expectador já tinha na tela o rosto e nome do piloto e uma bandeira quadriculada com a informação de quem passou na frente - mesmo durante os treinos livres.

PISTA

Na pista, a locução foi feita por Jackson Locutor e Reginho Locutor. Ambos fizeram um trabalho sensacional na maratona de corrida que iniciou os trabalhos às 9 da manhã e invadiu a madrugada. 

Sustos aconteceram, quando Renato Tijolão da Lista Área 011 bateu no final da reta e foi rapidamente atendido. O mesmo foi removido para o hospital apenas por precaução. Outro grande susto aconteceu quando um dos favoritos ao bicampeonato, Josemar Hudema, perdeu a traseira do Opala V8 big block nitro ao lado de Cadu Moreira com o Chevette Godzilla. O Opala derrapou, mas não bateu em nada.  Outro susto foi a rodada do piloto Darsuel com o  Fusca da Área 011, carro que estava muito constante. 

A prova contou com diversos destaques e favoritos acabaram ficando pelo caminho. O experiente Samuka Santos, diversas vezes vencedor do Campeonato Paulista de Arrancada com tração dianteira aspirado, agora acelera forte com a Chevy 500 AP 8v turbo e é Top 1 da Lista Área 14. Foi traído por um simples cabo de acelerador logo após o burnout e ficou de fora.

Gelson Silva, piloto que veio do Rio Grande do Sul, outro destaque do mundo das arrancadas, também ficou de fora quando teve problemas durante a puxada com o valente Chevette C20XE turbo, sem dúvida era um dos favoritos.

Grande destaque para o pessoal da lista Área 015, que chegaram para dar muito trabalho no Armageddon e foram até as finais. Mas o pessoal do Paraná estava impossível e são nitidamente os atuais caras a serem batidos no Armaggedon, pois venceram 3 das 4 edições!

Nomes de peso da arrancada profissional ou Drags pelo Brasil foram para a lista. Alemão com a Parati pela Área 47, Max Santos com o Fusca pela Área 011, Mairon Cesar com o Camaro Pro Mod Blower pela Área 34, Hermes Batista com o Fusca VW a ar pela Área 41, muitos deles enfrentaram verdadeiras pedradas ao lado de pilotos de área que tem muito (eu disse muito!) potencial de encarar de igual para igual qualquer um que for. O lendário piloto Helder Gandolfo, um dos pioneiros nos dragsters no Brasil, ícone Curitibano, encarou todos com o Camaro Blower que figurou muito tempo nas arrancadas e literalmente controlou no pé para dosar a força do big block. Foi eliminado pelo vencedor, Cadu Moreira, mas deve vir forte para os próximos eventos de lista já com controle eletrônico FuelTech FT550.

ÚLTIMOS ROUNDS

Muito importante frisar que o público não faz a menor ideia dos tempos que os carros estão fazendo e isto valoriza o “racha”. Não importa o tempo que fez. O sistema da Cronos Brasil envia para o celular do preparador, o tempo da puxada, pois este número é parâmetro importante para o acerto do tuner. 

As finais foram de tirar o folego, algo que nós vimos muito pouco em mais de 20 anos de cobertura de arrancada. Um verdadeiro caldeirão em volta, com a torcida maciça nos comentários e chat da internet e com o pessoal presente no autódromo. Provocações do público, a forte torcida da Área 67 e muito mais foram alguns dos ingredientes incríveis.  

Na puxada entre o Chevette preto de Jeff Iareke da Lista Área 041 e o Chevette Godzilla, Cadu Moreira da Lista Área 043 mostrou que estava ali para derrubar. Cadu largou para o tudo ou nada muito bem assessorado pelo experiente André Teruo e com as duas patas da frente fora do chão enfiou uma segunda marcha brutal ainda no ar. O cara literalmente estava possuído e tudo com uma “calma” fora do normal.

Daí por diante o caminho estava trilhado. Mas Cadu teve um concorrente de muito peso: Coxinha Prando com o Audi, um verdadeiro relógio e com a torcida local ao seu favor dando tapa na grade e gritando o seu nome e sua Área: “Aqui é Área 67, p...”. Linda torcida, ânimos acirrados e uma puxada animal ao lado de Cadu. Perdeu, mas voltou para os boxes ovacionado com palmas e muitos parabéns. Outro piloto local que chama muito a atenção nas listas e é um dos responsáveis pelo crescimento da penetração das listas na mente do brasileiro é Niltom Junior e o Gol Touro Bandido, que apostou alto no novo motor billet e teve problemas. 

A grande final seria de tirar o folego. Chavinski veio galgando degrau por degrau com o incrível Gol Quattro, um 4 x 4 para ninguém colocar defeito. Um carro de cinema, assim como tantos outros 4 x 4 presentes na prova. Nem vou citar mais nenhum para não ser injusto, mas alguns quase mandaram os vencedores embora pra casa. Também temos que citar as mulheres que aceleraram forte e mandaram homens para casa e são tão competitivas quanto. Silvia do Gol 169 da Lista Área 47 é uma delas. Cigana, com o Gol da Lista Área 44 é outra. Eu também não gostaria de alinhar do lado de Juliana Gavasso com a Marajó da Lista Área 41. Pedradas!

UFC SANGUE NOS OLHOS

Era a hora da puxada final. Uma tensão no ar e aqui preciso mudar o texto de 3ª pessoa, para 1ª pessoa, agora é Rodrigo Autodynamics mesmo quem fala: lembrei dos meus tempos de moleque, na rua, embocado no farol, fora da lei. Posicionei a câmera exclusivamente na frente do pinheirinho e voltei correndo para fotografar a final. Todo mundo estava sério, tensão, cansaço, carros quentes de puxadas insanas. Ninguém respirava. Chavinski fez o burnout com o estúpido Gol 4 x 4 e Cadu Moreira derreteu os pneus do Godzilla como quem quer destruir tudo que está em volta. Pneus aquecidos, hora de alinhar no farol e se vira: você quem alinha sozinho na fotocélula, ninguém te ajuda não, o problema é teu!

Cadu deu um pulo de um carro e seguiu até o final na frente, com direito a uma atravessada assustadora nos 201 metros. Passou na frente e é o grande vencedor deste evento único, um evento que ficou para a minha história e agora faz parte do meu calendário anual de eventos. Poucas vezes vi algo tão insano e bonito de ver, a verdadeira nata da coisa mais importante dessa porra toda, me perdoem o palavreado: a rivalidade. 

Parabéns senhores. Parabéns organizadores. Melhorias? Lógico, sempre é possível e com certeza tudo está sendo discutido no grupo dos administradores de lista, um grupo muito unido, onde todos os administradores participam com voz ativa. É muita união para fazer um evento como este, uma união que um dia sonhamos na arrancada profissional e nunca tivemos. Ou quando teve, virou guerra logo depois. E só com união é possível fazer algo dar certo, só com troca de ideias, verificação de erros, busca de soluções e uma intenção única: fazer dar certo e com regulamento único e igual pra todo mundo. Parabéns também para o Roni, que trabalhou incansavelmente, chamou a atenção quando necessário nos microfones e não escondeu a satisfação ao final do evento quando os vencedores estavam no pódium, com direito a cascata de fogos em uma imagem nunca antes vista. 

Marquem aí, que Rodrigo Autodynamics e Edmar Autodynamics nas fotos incríveis estarão presentes. E vou te falar: quem ainda não foi a um evento como este, absolutamente não sabe o que está perdendo. E você, piloto de arrancada experiente, saiba: aqui é diferente e você não é favorito. Tem nervos bons? Monte um carro extra, continue na arrancada (que também é maravilhosa, também amamos a cola e as parciais), mas também venha para as listas. Como dizem em Mad Max 3: dois homens entram, um homem sai. 

A vitória é SEM IGUAL.

Texto: Rodrigo Vieira – Autodynamics


Duas Galerias de Fotos Abaixo 


Vídeos você encontra em nosso canal no YouTube: acesse http://www.youtube.com/Autodynamics. Acompanhe também pelo nosso Instagram (http://www.instagram.com/Autodynamics) e pela nossa com mais de 750 mil curtidas no Facebook: (http://www.facebook.com/RevistaAutodynamics). 


Siga também a central de informações de todas as listas no Instagram, o Listas Brasil: acesse e siga o instagram http://www.instagram.com/listasbrasiloficial.


ATÉ A PRÓXIMA. COM CERTEZA.


A COBERTURA DO 4º ARMAGEDDON NA AUTODYNAMICS É UM OFERECIMENTO DE:



FUELTECH http://www.fueltech.com.br

Siga http://www.instagram.com/fueltechems

METALHORSE http://www.metalhorse.com.br

Siga http://www.instagram.com/metalhorsebrasil

CERAMIC POWER EMBREAGENS http://www.ceramicpower.com.br

Siga http://www.instagram.com/ceramic_power

MAGMA PRO NITROMETANO E PNEUS ESPECIAIS http://www.nitrometano.com.br

Siga http://www.instagram.com/magmaprobr

VOLT PERFORMANCE PEÇAS DE ALTA PERFORMANCE http://www.voltperformance.com.br

Siga http://www.instagram.com/voltperformancebauru

RACER X SHOP PEÇAS DE ALTA PERFORMANCE http://www.racerxshop.com.br

Siga http://www.instagram.com/racer_x_shop

FT EDUCATION CURSOS DE ALTA PERFORMANCE http://www.fteducation.com.br

Siga http://www.instagram.com/racer_x_shop




« Voltar