Conecte-se Twitter Facebook Youtube Feed
BF Câmbios
Metal Horse Regis Racing

Drag Race 7ª Etapa | Racha Interlagos 8ª Etapa

Drag Race 7ª Etapa | Racha Interlagos 8ª Etapa

Data: 20/12/2014 a 21/12/2014.

Local: Autódromo de Interlagos - SP - 201 Metros.

Prova de Arrancada em Interlagos: o recomeço


Texto: Rodrigo Vieira


Uma nova fase na competição de arrancada na cidade de São Paulo começou no final de semana dos dias 20 e 21 de Dezembro com a final da temporada 2014. Foi a 8ª etapa do Racha Interlagos e a 7ª etapa do Drag Race, primeira prova de arrancada oficial que aconteceu no antigo retão do Autódromo de Interlagos, São Paulo. Popularmente conhecida como “reta oposta”, a Nova Pista de Arrancada de Interlagos conta com 201 metros para aceleração e mais de 300 metros para frear. Em menos de uma semana foram instalados guardrails de metal em toda extensão de aceleração e área de desaceleração. Estes guardrails foram fixados no chão e pintados. O chão, na largada, também recebeu pintura indicativa do local para burnout e largada.

Embaixo de um calor absurdo, milhares de pessoas compareceram para a inauguração e ficaram sobre as arquibancadas que foram instaladas na largada. Porém o número de expectadores foi gigante e foi impossível conseguir acomodar a todos. Para a próxima etapa serão instaladas novas arquibancadas.

A competição, que foi acompanhada de perto por comissários da Federação Paulista de Automobilismo (FASP) e membros da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) contou com dois dias de aceleração. No sábado foi realizado o evento “Treino Livre” onde acontece somente as puxadas, sem classificatória ou mata mata. Os mais rápidos foram o Bug preto AP turbo (7s874), Caravan Gil Motors (7s732) e Gol Turbo B Racetech (7s917).

No domingo aconteceu a grande final dos campeonatos e a guerra foi intensa. Apesar de várias quebras de motores, o que ocasionou diversas paradas para recuperação da pista, o evento foi extremamente disputado. Na categoria Drag Traseira (DT), O Fusca de Marco da Silva, equipe Cem Milhas, parecia ser o favorito, mas uma queima de largada deixou a vitória nas mãos do ótimo Fusca preparado pela Ratoeira Motorsport e conduzido com sabedoria por Odair Franco, o Pequeno, que entra para a história como o primeiro vencedor da nova pista. Na Drag Dianteira (DD), Picolé havia garantido o campeonato em uma puxada animal contra Rodrigo Santana, o Cabelo da Grid. Em paralelo, Ricardo Alves subiu degrau por degrau com o Gol preparado pela Lelo Motorsport. Picolé teve problemas na final e Ricardo fez a puxada perfeita para ser o primeiro vencedor da dianteira na nova pista. A nova pista conta com novos recordes: Marcelo Bernal, o Nãna, que também venceu o campeonato, estabeleceu a marca mais baixa na categoria Drag Traseira: 6s908. Pedrinho Borsari, equipe Lelo Motorsport, é o recordista na Drag Dianteira com 7s611. Ambos tiveram problemas e não chegaram as finais.

A prova foi completa até com os sustos: ao entrar potência pouco depois dos 100 metros, o Puma pilotado por Roberto Carvalho (Kompressor) perdeu a traseira e foi de encontro ao novo guardrail, este que fez o seu papel: entortou para absorver o impacto. Roberto, que pilotava com o cinto muito bem apertado, nada sofreu e os danos foram apenas materiais. O piloto comentou que apesar do carro parecer frágil, pois é uma carroceria de fibra, conta com toda proteção e reforços feitos para ser um carro extremamente seguro. Deverá estar pronto para Janeiro.

Representantes da SP Turis e Autódromo de Interlagos estiveram presentes e garantiram que em 2015 teremos 17 etapas, com etapas do Drag Race, Racha Interlagos e a tão sonhada volta do Campeonato Paulista de Arrancada. O regulamento será divulgado em breve e tudo indica que será muito próximo aos atuais regulamentos do paranaense e ECPA.

Muito bom poder ouvir preparadores dizendo que antigos pilotos estão procurando novamente preparar seus carros, muitos trazendo de volta os carros para a oficina. A cidade de São Paulo tem uma força incrível para que o esporte arrancada volte a crescer na cidade e que seja também mais um alicerce de tantas outras pistas existentes no estado mais populoso do Brasil. Em breve o local deverá sediar provas noturnas, além de eventos semanais a preços populares para que as pessoas possam acelerar com segurança durante a noite. Para 2015, a prova contará com água para burnout e o principal: tratamento de pista nos eventos oficiais.

É o recomeço da competição de arrancada em São Paulo, inclusive com um extra: muitas delas irão acontecer junto com o Campeonato Paulista de Automobilismo (circuito) e basta você girar a cabeça que terá ampla visão do Autódromo José Carlos Pace. Problemas sempre irão acontecer, principalmente em se tratando da primeira vez e estes terão foco total para a etapa que acontece em 24 e 25 de Janeiro de 2015. Mas é importante frizar que alguém tomou a grande atitude de concretizar um sonho que há mais de 20 anos existia: a primeira prova de arrancada na “reta oposta”, um local que parece ter chegado para ficar na competição de arrancada paulistana. Um local que atrai facilmente milhares de pessoas, onde está a grande imprensa esportiva brasileira (de esportes como um todo, não apenas arrancada), onde pilotos e equipes podem ter visibilidade junto a patrocinadores em seus portfólios e assim, possamos voltar a acreditar de verdade no crescimento da Prova de Arrancada no Brasil. Esta realização de vem encontro a outros grandes feitos, como a volta do Velopark, a construção da Race Valley em Tremembé e um sonho que nunca os esportistas brasileiros deixaram de ter: a liberação da SPID. Tudo isto soma ao restante das pistas de todo Brasil.

Parabéns a todos os envolvidos na nova pista de Interlagos, em especial, dois que presenciei literalmente suar a camisa para trabalhar: Thiago Pereira e Edmundo “Nenê”. Vale lembrar que estes dois deixaram muito bem claro: “Devemos tudo aos pilotos do Racha, que estiveram com a gente desde o começo. Se não fosse eles, hoje esta nova pista não existiria. Por isso o Drag Race e o Racha continuam firmes e fortes em 2015”.

Parabéns Senhores. Eu, Rodrigo Vieira, Autodynamics desde 2001 e presente no Autódromo desde o final dos anos 80, não via uma ação assim em prol do automobilismo há muitos anos. Isto é apenas o começo.

Feliz Natal e um ótimo 2015 a todos!


ABAIXO: VENCEDORES, RECORDISTAS, TEMPOS FINAIS, FOTOS E VÍDEOS. Em breve novos vídeos, fique atento!

Atualizações rápidas em nosso Facebook, clique aqui e curta

Campeões da Etapa/Evento

Tempos

Compartilhe com seus amigos:
Share

« Voltar